Discografia

Novo DVD Sete mil vezes ao vivo

Sete Mil Vezes (2012)

“Sete Mil Vezes” é um disco de estreia da cantora e compositora Nila Branco como produtora musical em parceria com Renato Faleiro. O CD tem 12 (doze) faixas, com um repertório que transita entre composições próprias: Bye Bye e Aquele Beijo, regravações leves e divertidas como “Se Enamora” que foi gravada nos anos 80 pela turma do Balão Mágico, “Conga, Conga, Conga” (Gretchen) e canções inéditas de novos compositores. Gravado em 2012, o CD “Sete Mil Vezes”, conta com a participação do cantor Odair José na faixa
“O Bom da Minha Festa”.

Confidência (2010)

Gravado em Goiânia, O DVD “Confidência”, é o sexto trabalho da cantora Nila Branco e vem recheado com músicas de Zeca Baleiro, “Farsa”, “Eu vou ficar”, versão de Nelson Motta, Madonna, de novos compositores goianos e da própria artista. Leve, acústico, o “Confidência” tem pitadas de Pop, Rock e MPB que compõem o universo musical da cantora.

Nila Branco Ao Vivo (2006)

Gravado ao vivo na tradicional casa de shows Blen Blen, Vila Madalena, São Paulo, “Nila Branco ao vivo” é um registro que reúne músicas do cd “Parte II”, do “Tudo que eu quis”, além de algumas inéditas. A novidade, é a participação de George Israel, cantando com Nila “Eu estou aqui”, dele e Alvin L.

Tudo O Que Eu Quis (2004)

Produzido em São Paulo, com a chancela da EMI, o “Tudo que eu quis” tem regravações de Paulo Miklos (Titãs), Lulú Santos, a linda “Skap” de Zeca Baleiro, Los Hermanos e Nando Reis. Elogiado pelo critico Nelson Motta, é um disco linear e muito bem resolvido com interpretações calorosas e intensas.

Seus Olhos (2003)

Este disco foi produzido por Kiko Zambianchi em São Paulo e teve a participação de Beto Lee. No repertório músicas de Cazuza, Ira, Pit Passarel e Kiko Zambianchi.

Parte II (2002)

Parte II, disco com uma pegada mais pop roqueira teve músicas em novelas da Record e do SBT, mas foi com “Diversão” em “Desejos de mulher” na Rede Globo, que a artista pôde levar seu trabalho aos lugares mais distantes e mostrar esta outra “cara” desconhecida de Goiânia. Trabalho independente foi produzido também por Guilherme Bicalho e lançado posteriormente pela Abril Music. Produção Executiva de Lorena Falanque.

Nila Branco (1998)

Disco de estréia da cantora, “Nila Branco” foi produzido por seus parceiros Lorena Falanque
e Guilherme Bicalho em 1998 e lançado de forma independente pelo selo Runaway / Paradoxx, depois Eldorado. Com músicas de compositores goianos que nunca haviam sido gravados anteriormente, ele tem o pioneirismo (primeiro do gênero à ser lançado no Estado, primeiro à tocar nas rádios e primeiro vídeo clip na MTV) e a ousadia (misturar vários estilos musicais) como sua grande característica.